Muitos donos de cães assumem equivocadamente que, como seus animais de estimação têm uma camada natural de pelos, eles podem tolerar o frio melhor do que os humanos, o que não é necessariamente verdade. Assim como nós, esses peludos estão acostumados com o aconchego do abrigo interno e o frio pode ser tão duro para eles quanto é para nós seres humanos. Seja qual for o caso do seu cãozinho, uma coisa é certa: é uma época em que nossos queridos animais de estimação precisam de um pouco de cuidado extra.

Seu cachorro está com frio?

Se está muito frio para você ficar sem seu agasalho, provavelmente está muito frio para o seu cachorro também, então preste atenção ao seu comportamento enquanto ele estiver ao ar livre.

Se você perceber que seu cãozinho está choramingando, tremendo ou parecendo ansioso, ou ele pára de brincar e parece estar procurando por lugares para cavar, então é hora de trazê-lo para dentro.

Uma grande preocupação no inverno é a hipotermia. Isso ocorre quando um cão passa muito tempo no frio, fica molhado em temperaturas baixas ou quando cães com problemas de saúde ou circulação são expostos ao frio. Em casos leves, o cão vai tremer e suas orelhas e pés podem ficar frios. À medida que a condição se agrava, ele pode mostrar sinais de depressão, letargia (grande apatia) e fraqueza. Em casos extremos, seus músculos se enrijecerão, seu coração e suas taxas de respiração diminuem, e ele não responderá aos estímulos. A hipotermia grave é uma ameaça à vida.

Proteger seu cão contra a hipotermia é essencial, então aprenda a reconhecer os sinais de que seu ele precisa se aquecer.

8 Maneiras de proteger seu cão no inverno

1. Vamos conversar com a temperatura!

Algumas raças de cães são abençoadas com pelos espessos que as mantém aquecidas naturalmente mesmo em temperaturas muito baixas, mas cães com pelagem curta podem precisar usar um suéter ou casaco quando saem para caminhadas ou durante a noite. Uma boa roupinha deve ir do pescoço até a base da cauda e, em dias muito frios, é importante proteger a barriga. Mas lembre-se que os casacos não evitam o congelamento das orelhas, dos pés ou da cauda … por isso, mesmo com um casaco confortável, não deixe o seu cão de pelo curto exposto muito tempo a temperaturas muito baixas.

2. Dê um passeio quando o sol brilhar

Se o seu cão sentir frio, tente levá-lo para um passeio no final da manhã ou à tarde, quando a temperatura estiver um pouco mais quente, e evite as caminhadas matutinas ou noturnas. Passem algum tempo brincando ao ar livre enquanto está ensolarado; o sol traz o benefício adicional de fornecer tanto a você quanto a seu animal de estimação vitamina D. Brinque com brinquedos próprios para ele, não com pedaços de madeira, que podem causar asfixia e outros ferimentos. Assim, se o seu cão gosta de mastigar ou brincar de jogar e pegar, apanhe um frisbee, uma bolinha ou outro brinquedo seguro e brinquem juntos ao sol.

3. Limite de tempo ao ar livre no inverno

Seu animal de estimação pode adorar passar o tempo ao ar livre, mas no inverno até mesmo o cão mais enérgico pode ficar com frio. Orelhas, patas e rabos são suscetíveis a ficarem mais frias. Leve seu cachorro para passear, fazer exercícios e brincar… mas quando a temperatura cai, não o deixe ao ar livre por longos períodos de tempo. Uma boa regra é sair com ele e quando você estiver pronto para entrar, ele provavelmente também estará. Se ele ficar em seu quintal, verifique com frequência para se certificar de que ele não está mostrando sinais de frio.

4. Cama aconchegante

Além de limitar o tempo do seu cãozinho ao ar livre em dias frios, não o deixe dormir em um piso frio no inverno. Escolher a cama certa é vital para garantir que seu cachorro fique quentinho. Cobertores quentes podem criar um ambiente confortável e camas levantadas podem manter seu cão longe de pisos frios ou concreto. Coloque a cama do seu amigo num local quente, longe de correntes de ar, de preferência em seu local favorito onde ele dorme todos os dias, para que não estranhe.

5. Hidratação

O tempo seco e frio pode fazer afetar a pele do seu animal de estimação. Ajude a prevenir a pele seca e escamosa, adicionando um suplemento de pele e pelagem à sua comida. O óleo de coco é um bom hidratante natural que pode ajudar a manter pele e pelagem saudáveis do seu animal de estimação. Se você encontrar as patas, orelhas ou cauda do seu animal de estimação secas ou rachadas, você também pode fazer o uso tópico do óleo de coco, aplicando-o localmente sobre a área ressecada.

6. Sem superalimentação, por favor!

Embora os cães possam necessitar de uma camada extra de cobertura, ela não deve ser uma camada de gordura. Temperaturas frias podem até trazer um comportamento preguiçoso e a necessidade de menos calorias. Fique atento ao nível de atividade do seu cão e ajuste suas calorias de acordo. Alimentos super premium de alta qualidade, alimentos integrais ou mesmo uma dieta à base de carne crua ajudará a garantir um revestimento saudável e boa energia para os meses frios do inverno.

7. Mantenha seu cãozinho hidratado

Os cães podem desidratar com a mesma rapidez no inverno assim como no verão. Se o seu cão passar algum tempo ao ar livre em seu quintal, verifique se ele tem acesso ao seu potinho de água.

8. Cuidado especial para os idosos

O tempo frio geralmente agrava as condições de saúde em cães, particularmente a artrite. É muito importante manter sua rotina de exercícios com o seu cachorro com problemas de artrite, apenas certifique-se de que ele terá uma área de descanso quente e macia para se recuperar após a atividade. Se você ainda não deu ao seu cãozinho sênior um suplemento natural para lubrificar as articulações e aliviar o desconforto da artrite, talvez seja melhor adicioná-lo a sua alimentação no inverno, converse com seu veterinário. Assim como as pessoas, os cães são mais suscetíveis a outras doenças durante o inverno, portanto, proteja-o das temperaturas baixas fazendo uso de roupinhas, cobertas quentinhas e camas adequadas.

Mantenha estas dicas de cuidados de inverno em mente e aproveite tudo o que esta estação tem para oferecer. E não se esqueça que aconchegar-se ao seu amigo peludo e é uma ótima maneira de todos se aquecerem!

Fonte: Dogs Naturally Magazine

Gostou do conteúdo? Curta nossa fanpage, siga-nos no Instagram e receba dicas e notícias nas redes sociais.

Nós da Petzera sempre buscamos auxiliá-lo na sua relação com o seu pet, portanto ao longo do texto, colocamos alguns links de sugestões para que possa conhecer mais sobre alguns produtos relacionados ao tema.

Espero que aproveitem!