A adaptação de um novo mascote em seu lar, exige vários cuidados para garantir o conforto e bem-estar do seu pet. No entanto, você também não pode perder o seu conforto e qualidade de vida, ao integrar no dia a dia, a convivência com seu animal de estimação.

Portanto, adestrar cães pode ser uma solução para a educação e melhora no comportamento do seu pet e garantir que vocês tenham uma convivência mais tranquila e harmoniosa.

Acompanhe a leitura a seguir e aprenda dicas e técnicas valiosas de comandos básicos para cães de todas as idades e raças, sobre adestramento!

Como adestrar cães?

Adestrar cães não é uma tarefa fácil. Porém, se executada com calma e paciência, acontece o estímulo da memória e do raciocínio, diminuição da ansiedade e a correção de problemas comportamentais para o pet.

Ao adestrar um cachorro, é necessário ter em mente que os truques representam mais do que um entretenimento. Se trata de algo que melhora a saúde emocional e comportamento do pet. Além de estreitar a relação entre tutor e animal de estimação.

Normalmente, pessoas procuram profissionais com especialização para adestrar seus cães. No entanto, essa tarefa pode pesar no orçamento e nem todos têm a condição de contratar serviços de adestramento. Portanto, uma saída que muitos encontram é tentar o adestramento por conta própria.

Passos importantes para adestrar cães:

A importância da repetição

Repetir as ações durante o adestramento de cães é muito importante. É por meio de repetir as ações que seu mascote aprende, grava na memória e executa os comandos, por exemplo: dar a pata, sentar, deitar, entre outros.

Mas, durante o adestramento de cães, faça treinos curtos, respeitando sempre o limite de seu pet.

Utilize recompensas para adestrar cães

Recompensar seu animal de estimação com um alimento que ele goste, ou com carinho e elogios, pode ser muito estimulante para seu adestramento! Veja exemplos de coisas que podem ser usadas como recompensa para cães:

  • A atenção que o tutor demonstra ao olhá-lo; 
  • Frases positivas como “bom garoto!” ou “muito bem”;
  • Carinho e petiscos. 

É importante lembrar que, se seu cão for alérgico ou estiver em dieta, use a própria ração que eles estão acostumados como petisco e recompensa.

Outro aspecto que merece atenção, é dar ao pet recompensas pequenas e fáceis de serem ingeridas. Se seu pet, a cada ação que executar, tiver que parar para comer, pode perder o foco e interesse no que está fazendo.

adestrar cães

Ensinar seu cachorro a sentar

Sentar é um dos comandos mais ensinados para os pets. Isso porque é algo natural, que ele executa todos os dias. Veja o passo a passo:

  1. Pegue um petisco, mostre para o seu cãozinho. Mantenha-o perto do nariz do cachorro;
  2. Coloque o petisco até a parte de trás da cabeça, fazendo com que ele siga o movimento do petisco;
  3. Quando o cachorro sentar, diga “senta”, e dê o petisco para ele. 

Ensinar seu cachorro a dar a pata

A forma mais fácil de aprender como ensinar o cachorro a dar a pata, é esconder um alimento na mão e deixar que ele, através do olfato, perceba-o. Bem similar ao ensinar o cachorro a sentar. 

Veja o passo a passo:

  1. Faça o comando para o cão sentar; 
  2. Pegue um petisco na mão e feche-a para que ele possa sentir o cheiro; 
  3. Espere até que o cachorro mova a pata na sua direção para tentar abri-la;
  4. Assim que ele ficar com a pata na sua mão, diga o comando “dá a pata” e dê o alimento a ele;

Lembre-se sempre de elogiar seu pet após cada ação executada corretamente e de falar a palavra-chave para ele!

Ensinar seu cachorro a deitar

Para ensinar o cachorro a deitar também é bastante simples e similar aos outros truques. Siga o passo a passo:

  1. Pegue um petisco e segure-o com as mãos fechadas;
  2. Aproxime as mãos do focinho e faça com que ele cheire sua mão;
  3. Toque, com a mão fechada, no chão. Ele a seguirá;
  4. Após isso, deslize a mão pelo chão à frente do cachorro para indicar que ele siga, assim a cabeça dele já estará próxima ao chão.

Não se esqueça de oferecer a recompensa! Você também pode usar palavras-chave, para que o cão não fique dependente do petisco.

Lembre-se: cada animal tem uma personalidade. Dessa forma, alguns cães podem levar mais tempo do que outros para aprender os comandos e truques. Porém, todos eles são capazes de aprender.

O adestramento é uma ação que vai acontecendo de pouco a pouco, com paciência. Recomenda-se, que o tutor dedique pelo menos 10 minutos diários para que o pet memorize os truques ensinados. Além disso, esse é para ser um momento prazeroso entre você e seu pet! Aproveite para passar mais tempo com o cãozinho e dar toda a atenção e carinho que ele merece!

Gostou dessas dicas? Para mais informações sobre o mundo pet, acesse o blog da Petzera!