A adaptação de um novo mascote em seu lar, exige vários cuidados para garantir o conforto e bem-estar do seu pet. No entanto, você também não pode perder o seu conforto e qualidade de vida, ao integrar no dia a dia, a convivência com seu animal de estimação.

Portanto, o adestramento de cães pode ser uma solução para educar e melhorar o comportamento do seu pet e garantir que vocês tenham uma convivência mais tranquila e harmoniosa.

Acompanhe a leitura a seguir e aprenda dicas e técnicas valiosas de comandos básicos para cães de todas as idades e raças, sobre adestramento!

Como adestrar cães?

Os comandos para cães, além de reforçar comportamentos positivos, contribuem para o bem-estar físico e mental do pet. Acontece o estímulo da memória e do raciocínio, diminuição da ansiedade e a correção de problemas comportamentais. 

Como adestrar cachorro representa mais do que ensinar truques que nos alegram e que são bonitinhos de se ver, é preciso destacar que também se trata de algo saudável para o seu pet e que fortalece ainda mais a relação entre vocês.

É comum que pais e mães de cachorro se preocupem com o adestramento de cães, mas em momentos de readequação de orçamento, por exemplo, contratar um profissional pode não ser a melhor alternativa. 

Portanto, primeiro precisamos levar em consideração dois passos muito importantes para adestrar cães:

Adestrar cães: a importância da repetição

Não se esqueça de que o adestramento de cães é um treinamento e, por isso, é essencial repetir diversas vezes cada ação com o cachorro até que ele aprenda o que você deseja – seja sentar, dar a pata, deitar ou ficar.

Mas, durante o adestramento de cães, faça sempre treinos curtos, com descansos para intercalar, evitando que o cão canse e perca a atenção — o mesmo que acontece com nós, humanos, quando passamos muito tempo fazendo a mesma atividade!

Use recompensas para adestrar cães

Diversas coisas podem ser consideradas uma recompensa para os cães. Por exemplo:

  • A atenção que o tutor demonstra ao olhá-lo; 
  • Frases positivas como “bom garoto!” ou “muito bem”;
  • Carinho e petiscos. 

Essas recompensas são grandes aliadas do adestramento de cães: elas incentivam o pet a fazer os movimentos que você quer durante o início do processo, até que se tornem hábitos comuns do cachorro.

Em muitos casos, essas recompensas são o suficiente para ajudar no adestramento de cães. Mas, se achar necessário, petiscos saudáveis ou frutas permitidas para cachorros podem ajudar. 

Se seu cão for alérgico ou não puder sair da dieta, como aqueles que sofrem de obesidade canina, use os grãos da própria ração como aperitivo.

Antes de começar o adestramento de cães, lembre-se: as recompensas devem ser rápidas para evitar que o cachorro perca o foco no treinamento. Assim como longos elogios tiram o foco do pet e prejudicam o aprendizado, os petiscos devem ser pequenos, a ponto de serem engolidos rapidamente, para que não seja necessário parar a atividade para que ele mastigue. 

adestrar cães

Ensinar seu cachorro a sentar

  1. Pegue um petisco, mostre para o seu cãozinho. Mantenha-o perto do nariz do cachorro;
  2. Mova o petisco até atrás da cabeça, permitindo que a cabeça dele siga o petisco, acompanhando o movimento; 
  3. Quando o cachorro sentar, diga “senta”, e dê o petisco para ele. 

A reação de muitos cachorros é sentar, como se estivessem esperando a comida. Se isso acontecer, recompense com palavras de incentivo ou com o aperitivo. 

Esse é o primeiro comando que deve ser ensinado. Serve de base para os outros, além de ser o mais fácil de ensinar porque é algo natural e que ele já faz diariamente.

É sempre importante comemorar a conquista com frases de incentivo, como “muito bem!”. 

Ensinar seu cachorro a dar a pata

A forma mais simples aprender como ensinar o cachorro a dar a pata é esconder um petisco na mão e deixar que ele cheire, assim como ao ensinar o cachorro a sentar. 

Portanto, para aprender como ensinar seu cachorro a dar a pata:

  1. Dê o comando para o cão sentar; 
  2. Pegue um petisco na mão e feche-a em punho para que ele sinta o cheiro; 
  3. Espere até que o cachorro estique a pata na sua direção para tentar abri-la;
  4. Assim que ele ficar com a pata na sua mão, fale o comando “dá a pata” e dê o petisco a ele;

E não se esqueça de elogiar o pet e recompensá-lo com carinho também. Como ele vai tentar pegar o aperitivo de qualquer jeito, assim que colocar a pata sobre a sua mão, já demonstre que ele fez o gesto certo e ofereça a recompensa. E não se esqueça de repetir a palavra-chave que escolher durante o adestramento de cães também.

Ensinar seu cachorro a deitar

  1. Pegue um petisco e segure-o com as mãos fechadas;
  2. Aproxime as mãos do focinho e faça com que ele cheire sua mão;
  3. Encoste a mão fechada no chão. Ele a seguirá;
  4. Em seguida, deslize a mão pelo chão à frente do cachorro para indicar que ele deve segui-la, assim a cabeça dele já estará encostada no chão.

Não se esqueça de oferecer a recompensa! Você também pode usar palavras-chave para que o cão entenda o comando sem precisar do petisco no futuro. Portanto, quando ele estiver abaixado e praticamente deitado, diga “deita” e recompense-o pela conquista.

Lembre-se que cada animal tem uma personalidade e por isso alguns cães podem levar mais tempo do que outros para aprender truques. Porém, todos eles são capazes de aprender. O importante é ter paciência e respeitar o tempo de cada um. 

Além disso, o adestramento é uma construção diária e o tutor deve dedicar pelo menos 10 minutos do seu dia ao ensinamento do pet, para que haja uma fixação dos truques que foram aprendidos.

Gostou dessas dicas? Para mais informações sobre este assunto, acesse o blog da Petzera , e fique por dentro do universo pet!