Fique por dentro de dicas de higiene para seu pet e garanta o conforto e bem-estar do seu mascote!

A saúde e higiene para pet são fatores que devem ser tratados com bastante atenção para evitar doenças, desconfortos e, até mesmo, para não transmitir doenças aos seres humanos. Cuidados simples como dar banho, escovar os dentes e cortar as unhas, exigem alguns conhecimentos para não machucar ou traumatizar seu animal de estimação.

Sendo assim, confira a seguir, dicas para melhorar a higiene do seu pet, com conforto e segurança, e garanta o bem-estar do seu fiel companheiro!

Banho e higiene para pet:

Cada animal doméstico precisa de cuidados especiais na hora do banho.  No caso dos cachorros, o ideal são banhos semanais, principalmente no verão, ou se você mora em cidades onde o clima é quente.

No inverno, os banhos são a cada 15 dias. Dessa forma, banhos quinzenais no inverno serão suficientes para deixar seu mascote higienizado, dificultando a proliferação de doenças.

Muitas pessoas gostam de levar seus pets para tomar banho em pet shops. Um detalhe importante é ficar atento ao perfume que colocam nos animais de estimação. Muitos deles apresentam alergias provocando desconforto no animal.

Mas, se optar por dar banho em casa, nunca se esqueça de utilizar produtos desenvolvidos especialmente para seu pet. Assim, a limpeza se torna mais eficiente e sem risco de agredir a pele do seu animal de estimação.

Veja a seguir alguns cuidados para dar banho no seu mascote:

Prefira dar banho no box do banheiro ou no quintal de casa

O ideal é que seja um local fechado para evitar fugas no meio do banho e, se possível, no chão para evitar quedas, portanto, o box do banheiro é uma boa opção. 

Já para animais de porte grande, a área externa da casa é uma boa opção, apesar de dar mais trabalho, já que precisa levar a água morna até o local. Evite banhos em área externa quando a temperatura estiver muito fria.

Utilize somente produtos de higiene específicos para seu pet

Os produtos devem ser específicos para cães e gatos. Sendo assim, eles possuem formulação e pH ideais para o cuidado da pele e dos pelos. Se seu pet tem algum problema dermatológico, consulte sempre um veterinário para verificar qual shampoo ou sabonete líquido é o mais indicado.

Higiene para pet

Atente-se à temperatura da água

A água deve estar em uma temperatura confortável para o animal. Use a mão para sentir a temperatura. Não deve estar quente pois pode causar queimaduras na pele do animal, nem gelada, para evitar um quadro hipotérmico. Dessa forma, a água morna recomendada por especialistas é entre a temperatura de 29º a 38º.

Proteja as orelhas do seu pet na hora do banho

Proteja as orelhas do cão para que não entre água ou fiquem úmidas após o banho. Pode-se utilizar um chumaço de algodão dentro de cada orelha para protegê-las. Lembre-se de não aprofundar muito o algodão, e não esqueça de removê-lo ao final do banho. 

Contra indicação de banhos

Evite dar banho no cachorro até 10 dias depois da vacinação.

Atenção:

Os gatos não precisam tomar banho, a não ser que tenham algum problema dermatológico e seja indicado pelo veterinário.

Higiene para pet: unhas e pelos

Se o seu mascote possui muitos pelos, a tosa higiênica deve ser realizada de acordo com a raça do animal. Manter os pelos pode favorecer o aparecimento de fungos, micoses e dermatites, principalmente nas regiões íntimas.

A tosa também ajuda a combater pulgas e carrapatos. Mas, nem todos os animais podem ser tosados. Para algumas raças os pelos são proteção, até mesmo para a temperatura corporal.  Sendo assim, certifique-se bem com especialistas, quais tosas podem ser feitas no seu bichinho de estimação.

Outro fator de atenção são as unhas. Elas precisam estar sempre bem aparadas para que não fiquem infeccionadas nem encravem. Portanto, procure sempre um especialista de pet shop ou veterinário para realizar o procedimento. Cortar as unhas dos animais sem prática ou cuidado pode machucá-lo.

Atenção:

Se você não se sente seguro para cortar as unhas do seu animal, é melhor procurar um veterinário para que ele corte. Isso, porque, as patas são uma região muito delicada e, qualquer corte errado pode causar dor e provocar machucados e infecções no seu bichinho.

Cuidado dental para pets:

Seus animais também precisam de cuidados com os dentes. A partir disso, você combate as doenças gengivais, que normalmente causam muito desconforto para os pets, podendo ocasionar a perda parcial ou total dos dentes. Além disso, a escovação mantém o bom hálito nos mascotes.

 Portanto, é necessário muita paciência e dedicação ao acostumar seu pet com a escovação dos dentes. O condicionamento deve ser feito de forma gradativa, como uma brincadeira, oferecendo petiscos como forma de recompensa, para que a escovação não se torne um momento estressante.

A seguir, mostramos um passo a passo para acostumar o seu filhote com a rotina da higiene bucal:

  1. Passe um alimento saboroso no seu dedo e encoste-o na gengiva do seu pet, fazendo movimentos circulares;
  2. Após ele ter acostumado com este processo, aplique um creme dental próprio para animais em uma gaze ou no seu próprio dedo, fazendo os mesmos movimentos da etapa anterior;
  3. Troque a gaze por uma dedeira ou escova dental de uso veterinário. Certifique-se de que o pet já está totalmente acostumado com o toque em sua boca. O ideal é que a escovação seja realizada diariamente.

Atenção:

Mesmo com a escovação diária, pode haver acúmulo de tártaro em locais de difícil acesso da escova ou dedeira. Sendo assim, uma visita a um veterinário especializado, para que o mesmo realize a profilaxia periódica, é essencial.

Gostou das dicas para cuidar melhor da higiene do seu mascote? Acesse o site da Petzera e continue se informando sobre o universo dos pets!