Siga o passo a passo e torne seu pet mais sociável e adepto a novos mascotes

Integrar um novo mascote na família, pode ser uma tarefa difícil para quem já tem um cão de estimação. Muitas vezes o peludo não se adapta muito bem com a chegada de um outro pet, sendo que a alegria em ter um novo cãozinho acaba se tornando um desespero. Se você se identifica com essa situação, acompanhe as próximas dicas para entender como fazer dois cachorros se darem bem, e ter um ambiente tranquilo e feliz para seus animais de estimação.

Como fazer dois cachorros se darem bem?

1.Prepare o ambiente

É necessário se planejar bem antes de ter um segundo cachorro. Ter objetos separados para ambos os cães, como duas caminhas, comedouros e bebedouros é essencial para evitar que ocorram disputas de posse de território entre eles. Outros itens importantes para fazer dois cachorros se darem bem, é espalhar vários tapetes higiênicos pela casa, a fim de já começar a ensinar o novo membro a se comportar, além de ter brinquedos e pertences separados para ambos animais.

2. Não adote um segundo animal por impulso

Um segundo animal na casa exige o dobro de cuidado, atenção e gastos, portanto, não tenha um novo cachorro sem ter em mente todas as providências e responsabilidades que serão tomadas. É interessante pesquisar, antes de introduzir um novo mascote na família, raças de cães que sejam mais sociáveis e que se adaptem melhor.

fazer dois cachorros se darem bem

3. Respeite o tempo do seu animal de estimação

Se o homem já se sente desconfortável em conviver com pessoas desconhecidas com quem tem pouca intimidade, imagine colocar um cão estranho para morar com seu mascote antigo. É comum que eles precisem de um tempo para se adaptarem com a presença um do outro, sendo que a sensação que os animais têm, é como se o território deles estivesse sendo invadido. No entanto, existem alguns passos para fazer dois cachorros se darem bem, acompanhe a seguir:

  • 1º dia: Faça com que os cachorros mantenham contato visual, os separando por um vidro, grade, ou aproxime os animais para que eles possam sentir o cheiro um do outro.
  • 2º dia: Peça para algum amigo ou conhecido segurar o outro cachorro na guia enquanto eles se cheiram e se conhecem melhor.
  • 3º dia: Coloque os dois cachorros soltos, mas sob sua supervisão.

4. Respeite o mascote antigo para fazer os cachorros se darem bem

É normal querer mimar o novato, ainda mais quando é filhote, mas isso pode causar ciúmes no cão mais velho e deprimi-lo. Saiba equilibrar a atenção e carinho para ambos animais de estimação.  Outro ponto para atentar-se é procurar sempre oferecer petiscos e ração primeiro para o pet mais velho e só depois para o novato.

5. Proporcione bons momentos para seus mascotes

Para fazer dois cachorros se darem bem, é necessário demonstrar que o outro pet fará parte da família. Sendo assim, proporcione momentos que farão eles se sentirem amados e com bastante diversão! Vale comprar brinquedos novos, petiscos e principalmente dedicar seu tempo e atenção para unir os dois mascotes.

6. Preste atenção ao sexo e idade do pet

Cães do mesmo sexo tendem a ter maiores dificuldades de adaptação, principalmente se forem da mesma idade. Eles entendem que estão disputando território. Se você está pensando em ter cães de sexo oposto, mas não pretende cruzá-los no futuro, castre-os quanto antes. É muito difícil separar o macho da fêmea quando ela está no cio. Se você mora em apartamento, a vasectomia (recurso em que o macho pode cruzar, mas sem produzir filhotes), não é aconselhável pois quando a cadela está no cio, ele irá uivar e latir para ficar próximo a ela. Os vizinhos ficarão furiosos e você esgotado.

7. Escolher raças iguais pode ajudar a fazer dois cachorros se darem bem

Raças iguais tendem a se dar melhor, mas não é regra. Tenha em mente que, quanto mais cachorros tiver, mais difícil será manter a tranquilidade entre eles, tornando a inserção de um novo membro mais difícil.

8. Saiba reduzir os efeitos negativos de uma briga

Ter cães juntos significa estar sujeito a presenciar brigas e desentendimentos. Sendo assim, saber tranquilizar os animais de estimação após uma briga é fundamental para o bom convívio entre ambos. Siga esses passos para reduzir os efeitos negativos de uma briga, e fazer dois cachorros se darem bem:

  • Saia para passear com os cães e mantenha-os em suas coleiras. Se eles avançarem, você conseguirá controlar se necessário;
  • Quando os cães estiverem separados, leve o cão dominante na frente para passear. Isso ajuda a acalmar e costuma ser suficiente para os peludos se reconciliarem;
  • Após o passeio, deixe os dois juntos no mesmo ambiente, mas sempre sob a supervisão de alguém;
  • Não separe seus cães após a briga. Prenda eles com coleiras no mesmo ambiente para que possam se ver e interagir.

Se mesmo assim, com todos esses cuidados, os pets não se socializarem e se mostrarem desconfiados e agressivos um com o outro, procure a ajuda de um profissional adestrador de cães. Com paciência e respeito do espaço e tempo de adaptação de seus pets, eles serão inseparáveis!