Todos os tutores estão sempre atentos e preocupados para deixar a pelagem dos seus amiguinhos no estilo, não é mesmo? Quanto mais peludo seu pet for, mais opções de penteado você terá. Dessa forma, foram criadas diversas técnicas para aparar os pelos dos cães. E, uma delas, é a Tosa Trimming.

Mas, é bom saber que tosar seu cachorro não é simplesmente uma prática estética. Esse hábito também, por ser higiênico, ajuda a manter seu pet longe de doenças. Então, preparamos esse texto para te explicar tudo sobre o assunto. Continue a leitura e confira!

O que é Tosa Trimming?

Traduzindo do inglês, “trimming” significa “aparar” ou “tosar”. Porém, aqui no Brasil, esse termo deu origem a um corte específico nos cães. Dessa forma, para todos os brasileiros, esse termo refere-se à técnica de aparar os pelos dos pets com tesoura.

Toda a pelagem do animal fica padronizada e harmônica com esse estilo de tosa em cachorro. Além disso, a estrutura dos pelos também não é danificada. Esse estilo de corte costuma ser mais comum em cães de pelo médio e longo como, por exemplo, o Golden Retriever.

Um outro benefício que o corte com tesoura traz é o silêncio. Muitos pets acabam se assustando com o barulho das máquinas no momento da tosa. Então, para resolver esse problema, a Tosa Trimming acabou sendo uma boa saída.

Além disso, vale ressaltar que existe um estilo próprio de trimming para cada raça. Essa técnica envolve um cuidadoso trabalho para que todas as características físicas dos pets sejam destacadas. Sendo assim, se você estiver pensando em aplicar esse corte em seu peludo, tenha certeza de que o profissional é qualificado para esse trabalho.

Tosa Trimming

Por que os pelos dos pets devem ser aparados?

Agora, sabendo o que é Tosa Trimming, está na hora de te explicar a importância de tosar seu amigão. Além do aspecto estético, esse procedimento colabora para deixar a higiene do cão em dia, fazendo com que diversos problemas de saúde sejam evitados.

Outro ponto importante a ser citado, é que a tosa ajuda na remoção dos pelos envelhecidos ou encravados do animal. Assim, evita-se o surgimento de dermatites e mais algumas enfermidades. Dessa forma, seu amiguinho ficará elegante, limpo e também saudável.

Os cães mais peludos, acabam se beneficiando bastante com a tosa. Pois, em dias mais quentes, o acúmulo de pelos acaba sendo um incômodo para eles. Com a pelagem mais curta, os pets podem aproveitar melhor, tudo que o verão tem a oferecer.

A tosagem precisa ser feita de quanto em quanto tempo?

Como já citamos, há diversos tipos de tosa em cachorros, e cada uma das raças possui suas particularidades e cuidados específicos. Assim, a periodicidade também acaba variando bastante, de acordo com o estilo e tamanho da pelagem do animal.

Porém, no geral, recomenda-se realizar ao menos uma vez a cada 30 dias, a tosa higiênica. Tanto os cães de pelo curto quanto os de pelo longo, devem ser submetidos a esse procedimento. Mas, para os cachorros com pelos muito longos, o ideal é apará-los em intervalos menores.

Qual a melhor maneira de tosar meu pet?

Bom, após você conhecer todas essas informações, chegou a hora de saber como tosar seu pet. Aparentemente, o corte dos pelos não é uma tarefa muito complicada.

Dessa forma, muitos tutores acabam optando por realizá-la em sua própria casa, com suas ferramentas disponíveis. Mas, é importante saber que esse não é o caminho mais adequado. Uma pessoa que não tem experiência, pode acabar fazendo o procedimento de forma errada e prejudicando o crescimento da pelagem. Ou, até mesmo, ferindo o seu peludo.

Sendo assim, o mais indicado é procurar um profissional experiente. Além de ter as ferramentas adequadas, ele também saberá qual tipo de tosagem é a ideal para o pet. E o melhor, é claro, sem oferecer riscos ao animal. Então, se quiser tosar seu bichinho de estimação, leve-o em algum pet shop da sua confiança.

Pronto, agora você sabe tudo sobre tosa trimming! No blog da Petzera, estamos sempre postando dicas e curiosidades sobre o mundo pet. Não deixe de acompanhar e ficar por dentro de todas as novidades.

Te espero no próximo texto!